terça-feira, 19 de setembro de 2017

Chamar uma mulher de doida é violência psicológica

Chamar a mulher de doida quando está errado é violência psicológica, e as coisas pioram pro lado do homem. Ela pode e deve denunciá-lo aos órgãos de defesa da mulher e principalmente excluí-lo da vida dela.

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Fotografar uma mulher pode ser assédio. Basta tal ato não ser consentido por ela

Tirar foto de uma mulher sem consentimento dela, além de ser abuso, é assédio. Nenhum cafajeste tem esse direito. Antes de apelar para essa canalhice, deveria se colocar no lugar dela e pensar que ela não é um objeto e sim um ser humano com vontades e direitos, coisa que eles não conseguem devido as faltas de respeito e de sentimentos e ao mau-caratismo deles.

domingo, 17 de setembro de 2017

A violência não é apenas aquela que deixa marcas e feridas amostra, ou seja, a agressão física. Também existem outros tipos de violência que machucam por dentro.
Quem concede a um estuprador ou a um agressor/assassino de mulheres o direito de responder em liberdade quando ele é confesso ou quando há provas consistentes não tem idoneidade. Esses são perfis de réu perigosos e que por isso merecem prisão preventiva imediata.

sábado, 2 de setembro de 2017

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Os homens não precisam rebaixar mulheres para se elevarem. Os que agem assim são cafajestes e canalhas.

sábado, 26 de agosto de 2017

Romantizar o ciúme doentio de um "namorado" ou "marido" é uma forma de apoiar a violência contra a mulher e o machismo. O psicopata que sente ciúme doentio deve ser solenemente descartado e também denunciado pela vítima, e o que ele consegue pegar dos amigos e familiares da menina é antipatia, desprezo e nojo.