terça-feira, 23 de maio de 2017

Se um homem for ciumento, machista, possessivo, controlador e violento, isso deve ser falado com amigos/as sim, pois são indícios claros que a relação não sobreviverá. E além disso é um meio de se obter ajuda para se livrar dele e providenciar meios de enquadrá-lo na forma da lei. Mais vale uma boa amizade do que um namoro/casamento com "homens" desses perfis que mencionei.

sábado, 20 de maio de 2017

Conselho para a mulherada

Mulheres, deixo um conselho para vocês: em nenhuma hipótese retirem a queixa. Isso é fazer o jogo do bandido e chancelar a impunidade.

Rui Ricardo Soares Melo Filho
Criador deste blog

sexta-feira, 19 de maio de 2017

ASSÉDIO NÃO É SÓ DESRESPEITOSO. É CRIMINOSO.

Assédio não é só desrespeito. É crime. Então mulheres, em caso de assédio, seja ele moral ou sexual, vamos acionar o meliante na justiça e fazer ele ser demitido por justa causa, e também denunciá-lo nos órgãos de defesa da mulher para ele ser preso. Ambiente de trabalho tem regras e o profissional que assedia é um marginal como os vagabundos que assediam na rua.

terça-feira, 16 de maio de 2017

Não fiquem com medo do agressor e não se sintam dependentes emocionalmente dele

Olhem quantas mulheres morrem por ficar com medo do agressor, por se sentirem dependentes emocionalmente dele ou não terem condição de sustentar os filhos.
Não pensem assim, pois ele mata e os filhos ficam sofrendo nas mãos do meliante.

PENSEM NISSO MULHERES!
Deixo esta mensagem pelo bem de vocês.

Rui Ricardo Soares Melo Filho
Criador deste blog

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Nenhuma mulher precisa de homem "poderoso" e que quer "se afirmar". 
Esse tipo de homem é cafajeste e só brinca com os sentimentos delas, afinal de poderoso eles não tem nada e na verdade ele camufla as próprias fragilidades e o que quer se afirmar é um fracote.
Mulher gosta de homens carinhosos, amorosos, românticos e acolhedores.

quarta-feira, 3 de maio de 2017


É totalmente estranho, descabido e sem sentido que uma mulher seja submissa a um "namorado" ou a um "marido" que sejam ciumentos e se sinta valorizada por esse sentimento nefasto. Disso é que se originam casos de violência e morte vitimando-as.

terça-feira, 2 de maio de 2017

Com "homem" violento, não se consegue ter um bom relacionamento nem adianta conversar com ele

É impossível manter uma boa relação com um homem agressivo e violento.
Com esse tipo de homem não adianta conversar nem entrar em acordo.
Manter um casamento violento por causa de medo, dos filhos ou de dependência emocional é totalmente errado.
A únicas linguagens que homem violento entende são ocorrência policial e processo judicial.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Todo agressor de mulher é psicopata. O problema principal é a personalidade dele

O problema principal de um agressor de mulher é a personalidade. Todos eles são psicopatas. Todos eles acham que estão acima da lei e que ninguém os detém. Eles não tem sentimentos, empatia, respeito, humildade, e também são desumanos, prepotentes, frios, autoritários e cruéis. Eles agridem por pura ruindade, e também por que não gostam de mulher. Se não gostam de mulher, assumam a homossexualidade, mas respeitem as mulheres. Se bem que respeito não faz parte deles.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Caso o agressor descumpra a medida protetiva, denunciem! Medida protetiva é ordem judicial e o agressor que descumpre tem que ir pra cadeia.

A medida protetiva é uma ordem judicial, e uma vez expedida, o agressor tem que cumprir. Em caso de descumprimento, a vítima deve comparecer a Delegacia da Mulher e a Polícia e registrar a denúncia, que aí o agressor vai pra cadeia.

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Mulheres, conscientizem-se e chutem o traseiro do "homem" que comete quaisquer destes abusos!

- Não é amor se te machuca.
- Não é amor se te controla.
- Não é amor se te faz sentir medo de ser quem você é.
- Não é amor se te bate.
- Não é amor se te humilha.
- Não é amor se te proíbe de usar as roupas que gosta.
- Não é amor se duvida da sua capacidade intelectual.
- Não é amor se não respeita sua vontade.
- Não é amor se força sexo.
- Não é amor se duvida constantemente da sua palavra.
- Não é amor se não confia em você.
- Não é amor se te impede de estudar e/ou trabalhar.
- Não é amor se te trai.
- Não é amor se te chama de burra e de louca.
- Não é amor se você chora mais do que sorri.
- Não é amor se agride teus filhos.
- Não é amor se agride teus animais de estimação.
- Não é amor se mente constantemente para você.
- Não é amor se te diminui, se te compara, se te faz sentir pequena.
O nome disso é ABUSO.
E você merece AMOR. Muito amor.
Existe vida fora de um relacionamento abusivo.
- Acreditem em mim!

domingo, 16 de abril de 2017

Namorar ou se casar com um homem ciumento é devastador

Um homem não pode dizer a namorada ou a esposa como se vestir, aonde ir, de quem ser amigo, como se comportar. Ciúme não é saudável, é um sentimento que traz consequências devastadoras para sua vítima, por isso deve ser combatido.
Isso não tem nada a ver com monogamia ou com a ausência dela. Cada um estabelece o tipo de relação que quiser, desde que encontre pessoas que concordem com seus termos. Tem a ver com respeito, com liberdade, com aceitação. O 'homem" que não gosta do jeito da parceira deve se afastar, terminar a relação, mas não deve tentar domá-la e impor vontades e desrespeitar as dela. Simples.

sábado, 15 de abril de 2017

9 SINAIS DE QUE VOCÊ ESTÁ EM UM RELACIONAMENTO ABUSIVO

O público da 17ª edição do Big Brother Brasil se mostrou bastante preocupado e indignado com o comportamento do participante Marcos com sua namorada de confinamento, a gaúcha Emilly, que mostrava ser um caso clássico de relacionamento abusivo. Por conta disso, Marcos acabou eliminado do programa alguns dias antes da final.
O caso é apenas mais um entre os chamados relacionamentos abusivos, nos quais um dos parceiros controla o outro por meio de diversas ameaças, como verbal, física e psicológica.
Confira abaixo nove sinais de um relacionamento abusivo:

1) Uma montanha russa de emoções

Em um minuto, seu parceiro tem demonstração de carinho por você, mas no seguinte, é grosseiro com você por não fazer algo direito, por exemplo. Esse é um sinal vermelho. Manipulação tem um papel importante em relacionamentos abusivos. Essa montanha russa de emoções de argumentos e desculpas não é nem um pouco saudável e é sinal que o término é a melhor solução.

2) Você se isola

Nem é preciso dizer que é um bom sinal quando o parceiro quer gastar seu tempo ao seu lado. Mas quando ela começa a te isolar de família e amigos, é um problema sério. É saudável ter relacionamentos fora do namoro/casamento. Não deixe que isso aconteça.

3) Crises de ciúmes

Um parceiro emocionalmente abusivo não tem ciúmes apenas das pessoas com as quais você se relaciona, mas também de seus sonhos e objetivos, pois ele quer controlar todos os aspectos de sua vida. Uma pessoa segura não precisa ter ciúmes de seus relacionamentos com outras pessoas.

4) Brigas constantes e que se desenvolvem rápido

Brigas ocasionais são comuns em relacionamentos, e, às vezes, podem ter algo de construtivo. Mas é bom ficar atento quando elas surgem do nada e parecem não ter fim, pois é outro sinal de um relacionamento abusivo. Até mesmo conversas de coisas simples e do dia a dia podem se tornar brigas. Fique atenta a isso.

5) Sentir medo

Parceiros abusivos farão o possível para te diminuir, incluindo ameaças de violência física, para garantir sua dominância sobre você. Caso você esteja sentindo qualquer tipo de medo com relação ao seu companheiro, a melhor alternativa é seguir seu caminho.

6) Te diminuir

Não importa o que você faça no relacionamento, você nunca está certo. Até mesmo quando você comenta sobre suas realizações, seu companheiro sempre tenta te diminuir e te fazer sentir menor por conta de suas decisões. Fique de olho nisso.

7) Deixar de ser você para agradar o outro

Não há nada errado em você fazer o possível para deixar seu parceiro feliz, mas quando você chega ao ponto de implorar pela felicidade dele, isso é um problema. Você até mesmo permanece em silêncio, mesmo quando está brava, para manter a paz.

8) Você se sente presa

O desamparo é um sentimento presente em relacionamentos desse tipo. Pessoas abusivas costumam controlar todos os aspectos de sua vida, incluindo até mesmo coisas pessoais como seu celular e carro, bem como o que você deve fazer em seu tempo livre. Não deixe que você se sinta preso em um relacionamento.

9) Você começa a acreditar ser o problema

Depois de argumentos e diminuições, você começa a acreditar que não vale mais que o abuso. Essa é outra tática de manipulação e uma forma de justificar o relacionamento abusivo. Você não está doida ou é o problema. Lembre-se que você vale muito mais do que isso.
Fonte: http://acrediteounao.com/9-sinais-de-que-voce-esta-em-um-relacionamento-abusivo/

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Um homem que impõe para uma mulher quem ela deve ser pode ser considerado um ditador, e sendo assim equiparado a monstros como Mussolini, Hitler, Pinochet e Saddam. Isso é falta de sentimentos e, principalmente, insensibilidade e mau-caratismo.

quinta-feira, 23 de março de 2017

Mulheres, acreditem! Existe vida longe de um relacionamento abusivo. Vocês não devem se submeter aos psicopatas.

- Não é amor se te machuca.
- Não é amor se te controla.
- Não é amor se te faz sentir medo de ser quem você é.
- Não é amor se te bate.
- Não é amor se te humilha.
- Não é amor se te proíbe de usar as roupas que gosta.
- Não é amor se te duvida da sua capacidade intelectual.
- Não é amor se não respeita sua vontade.
- Não é amor se força sexo.
- Não é amor se duvida constantemente da sua palavra.
- Não é amor se não confia em você.
- Não é amor se te impede de estudar e/ou trabalhar.
- Não é amor se te trai.
- Não é amor se te chama de burra e de louca.
- Não é amor se você chora mais do que sorri.
- Não é amor se agride teus filhos.
- Não é amor se agride teus animais de estimação.
- Não é amor se mente constantemente para você.
- Não é amor se te diminui, se te compara, se te faz sentir pequena.
O nome disso é ABUSO.
E você merece AMOR. Muito amor.
Existe vida fora de um relacionamento abusivo.
Acreditem em mim!


Rui Ricardo Soares Melo Filho
Criador deste blog



quarta-feira, 22 de março de 2017

Gritar, xingar e humilhar se chama violência moral. Não é uma simples discussão, não se trata de calor da emoção. Se trata de deformar o psicológico da mulher, fazendo com que a mesma se sinta culpada. As consequências deste tipo de agressão são a depressão e outras doenças psicossomáticas, perda de auto-estima e vontade de viver. Denuncie!

terça-feira, 21 de março de 2017

Não é preciso ser agredida fisicamente para estar em uma relação violenta

Diferente do que se imagina, não é preciso ser agredida fisicamente para estar em uma relação violenta. Algumas palavras e atitudes podem ferir a autoestima de uma mulher tanto quanto. E isso tem nome: violência psicológica. 
Qualquer conduta que lhe cause dano emocional e diminuição da autoestima ou que lhe prejudique e perturbe o pleno desenvolvimento ou que vise degradar ou controlar suas ações, comportamentos, crenças e decisões, mediante ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, vigilância constante, perseguição contumaz, insulto, chantagem, ridicularização, exploração e limitação do direito de ir e vir ou qualquer outro meio que lhe cause prejuízo à saúde psicológica e à autodeterminação. O agressor normalmente usa essa tática para fazer com que a parceira se sinta acuada e insegura, sem chance de reagir. Esse tipo de violência normalmente precede a agressão física que, uma vez praticada e tolerada, pode se tornar constante.
A violência psicológica acontece quando ele…
1. Quer determinar o jeito como ela se veste, pensa, come ou se expressa.
2. Critica qualquer coisa que ela faça; tudo passa a ser ruim ou errado.
3. Desqualifica as relações afetivas dela: ou seja, amigos ou família “não prestam”.
4. A xinga de ”nomes baixos”, “imprestável”, “retardada”, etc…
5. A expõe a situações humilhantes em público.
6. Critica o corpo dela de forma ofensiva, e considera como uma “brincadeira”.
…entre outras formas de violência que são subjetivas e que, muitas vezes, passam despercebidas no dia a dia.

sexta-feira, 10 de março de 2017

quinta-feira, 9 de março de 2017

Ciúme e submissão estão ligados diretamente a violência contra a mulher

Nenhuma mulher deve excluir ou bloquear amigos nem deletar o face por causa de ciúme de "namorado" ou de "marido". Isso não é amor. O "homem" que age assim está tolhendo a liberdade e a mulher que aceita esse abuso está sendo submissa. É do ciúme deles e também da submissão que se origina a violência contra as mulheres.

quarta-feira, 8 de março de 2017


Feliz dia Internacional da Mulher para todas vocês, mulheres guerreiras que lutam por justiça. 
As mulheres querem respeito todos os dias, e não em um dia específico.
#Chega de violência contra elas!
#Chega de feminicídios!
#Chega de retrocessos!
Elas querem andar na rua, sem medo de serem perseguidas, encoxadas e estupradas, trabalhar sem serem assediadas e viver sem perseguições e ameaças por parte de ex-namorados e de ex-maridos, que não se conformam, respectivamente, com o fim do namoro e com o divórcio.
Basta, o BANDIDO que diz que a mulher está ficando louca não tem capacidade de conviver normalmente com ninguém. Se não gosta de mulher, é um direito, mas tem que ter respeito e não fazer mais vítimas por aí. Esses meliantes receberão de volta tudo que fazem, tal qual a Lei de Newton, que toda ação tem uma reação.
Mulheres, tenham mais amor próprio e nunca aceitem ser humilhadas por homem nenhum. 
Acreditem na força e no potencial que vocês tem!
Por Rui Ricardo Soares Melo Filho <3
Criador deste blog

As mulheres devem ter mais atenção e cuidado para não colocarem um traste dentro de sua família. Melhor só do que mal acompanhada.

terça-feira, 7 de março de 2017

Violência nunca é a escolha de um verdadeiro homem. 
Ligue 180 e denuncie qualquer tipo de violência contra mulheres! 
E vamos lutar para que a delegacia da mulher seja cada vez mais forte. E o respeito cada vez maior.
Vamos lutar e ajudar quem precisa!
Um beijo do criador deste blog 
Rui Ricardo Soares Melo Filho para todas as mulheres.

sábado, 4 de março de 2017

A mulher não tem culpa de sofrer violência e não pede pra ser agredida

A mulher não é culpada:
Das agressões dele e dos hematomas físicos e emocionais deixados por ele. Ela não tem culpa disso, então não deve ser acusada.
Uma mulher não pede pra ser vítima de um homem violento.
Os problemas cotidianos foram feitos para serem solucionados, não para justificar agressões físicas e verbais.
Se ela deu uma nova chance, não foi por que pediu para apanhar. Foi por que se enganou achando que ele poderia mudar. Agressores não mudam.
A mulher não é culpada. É a vítima de um covarde e mau-caráter que nunca a amou e nunca mereceu a confiança que ela depositou.
Pelo fim da violência contra a mulher!
Pelo fim da responsabilização das vítimas!
Vamos denunciar!
Vamos ligar 180!



quinta-feira, 2 de março de 2017

Um país cuja sociedade cobra que cada pessoa siga padrões é simplesmente ridículo. Ver um namorado/marido/ex que agride a mulher como um protetor é totalmente descabido e absurdo. Um agressor não protege, só deixa a mulher insegura, com medo e dá a ela doenças como síndrome do pânico e até mesmo sociofobia. Muitas não querem arrumar namorado nem se casar por conta dos abusos, e também por que não querem corresponder ao que essa sociedade hipócrita prega.

quarta-feira, 1 de março de 2017

Mulher é só para quem pode, não para quem quer.

O que falta, o que está faltando no mundo é mais, mas muito mais AMOR! 
Em nome das mulheres que sofrem violência e são mortas mundo afora quero pedir uma coisa para este ano. 
Mais amor, por favor!
Mulher é só para quem pode, não para quem quer.
Existem homens que namoram ou se casam com uma mulher sem amá-la de verdade, ou seja, estes estão apenas negando o que são de fato: gays que estão reprimindo a homossexualidade e o desejo por outro homem.
Se não gosta de mulher, tem todo direito, mas tem que ter respeito por elas, assumir a opção sexual, se aceitar e viver de acordo com o que é.


Rui Ricardo Soares Melo Filho
Criador deste blog




segunda-feira, 27 de fevereiro de 2017

Quando acontece uma agressão, não só a integridade física da mulher é machucada, mas sua auto-estima, seu ego, seus sonhos caem por terra e uma desilusão avassaladora se instala em seu coração. 

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Assédio moral e sexual num ambiente de trabalho tem que ser crime hediondo, assim como ocorre, por exemplo, com o estupro.

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Mulher é para ser tratada com respeito e carinho

Um short curto não é um convite a mão, não é um convite a nada, fora ao conforto e bem estar delas.
Se sambar é para ela se divertir, ela não está pedindo para ser tocada, cantada nem assediada.
Um biquíni não é um convite a mão, não é um convite a nada, fora ao conforto e bem estar delas.
Se ir a praia é para ela curtir o dia, ela não está pedindo para ser tocada, cantada nem assediada.
O bloco é um convite a diversão, a alegria, não uma vitrine onde o meliante escolhe aquilo que deseja; não toque o corpo da mulher, ela não é um produto, merece ser tratada com carinho e exige respeito.
Andar na rua não é uma busca por cantadas, muito menos assédios disfarçados de piadas. Volto a repetir; não toque, não intimide e não constranja, pois as mulheres merecem total respeito.
A embriaguez não é desculpa para comportamentos inadequados. Quem não sabe beber, deve tomar água, refrigerante ou quaisquer outras coisas que não contenham álcool.
Namorar ou ser casado com uma mulher, amar e respeitar são cumplicidades e não atestados de PROPRIEDADE. Um namorado ou marido não é dono da mulher. Ela veste o que achar melhor, se sentir bem, linda e radiante.
Termino dizendo que os homens nunca, mas nunca terão o direito de agredir, assediar, humilhar e coagir as mulheres.
Tenho respeito e carinho por todas elas, e através deste blog luto com elas contra a violência doméstica, o assédio, o sentimento de posse, o machismo, a ignorância, a desumanidade, a insensibilidade e a falta de caráter desses vermes.










Rui Ricardo Soares Melo Filho - Criador deste blog
Com amor, carinho e dedicação
Mulheres, contem sempre comigo e não esqueçam eu amo vocês!

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Os homens que seguem o lado animal são impróprios para relacionamento sério e também são violentos

Os homens que seguem o lado animal, além de serem primitivos, são idiotas e ridículos. Para piorar são também insensíveis, egoístas e mau-caráter. Eles tem a cara-de-pau de achar que a mulher é propriedade dele e que deve ser submissa a ele. Esse tipo de homem, além de ser impróprio para um relacionamento sério, não gosta de mulher. Eles a usam para reprimir a homossexualidade, e são violentos.

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

A violência contra a mulher também está ligada a submissão ao "namorado" ou "marido"

A submissão aprisiona, e é por conta dela que mulheres sofrem violência e são mortas pelos psicopatas que se dizem "namorados" e "maridos". Antes só que acompanhada por um meliante.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

"Homem" que não aceita o fim do namoro ou do casamento é mau-caráter

O problema principal no caso de um homem que não aceita a ruptura de um namoro ou casamento é o mau-caratismo dele. Todo ex que ameaça é psicopata, podem ter certeza. O psicopata não é um doente mental, é um mau-caráter, e portanto incapaz de respeitar, estabelecer vínculos e conviver normalmente.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Quebrar o ciclo da violência é um novo e bem-vindo recomeço

MULHERES, LEIAM E REFLITAM!

O encerramento do ciclo da violência é um novo recomeço.
Encarem o fim do namoro, o divórcio, deixar de trabalhar com certos chefes/colegas e de se consultar/fazer parto com determinados médicos como novos espaços vazios que serão, em breve, ocupados por outras pessoas que valem a pena.

Por Rui Ricardo Soares Melo Filho
Criador deste blog

domingo, 15 de janeiro de 2017

Se um namorado ou marido tenta reconciliação depois de agressão física, psicológica ou sexual, ele está fazendo chantagem.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

ANO NOVO, VIDA NOVA! Mulheres, o relacionamento com agressores é uma página que vocês tem que virar!

2017: Ano Novo, Vida Nova!
Mulheres, é hora de virar uma página nas suas vidas!
O relacionamento com o psicopata é a página que vocês mulheres devem virar, seja ele namorado, marido, chefe, colega, médico... 
Afinal, vocês podem e devem iniciar uma nova vida longe desses bandidos. 
Mulheres, vocês merecem viver bem e serem felizes. É isso que eu quero para vocês todas.
A vida é o bem mais precioso que vocês mulheres tem e pode ser ceifada por um bandido desses. Se vocês namoram com um agressor, virem essa página terminando o namoro. Se vocês são casadas com um agressor, virem essa página se separando dele. Se vocês trabalham com um agressor, abram um processo contra ele e façam com que ele seja demitido por justa causa para que ele se torne página virada. Se vocês se consultam ou fazem trabalho de parto com um agressor, denunciem o monstro nas autoridades, façam com que ele perca o emprego por justa causa e o registro no CRM, deixem de se consultar e fazer parto com eles e virem essa página.

ANO NOVO, VIDA NOVA!

Por Rui Ricardo Soares Melo Filho
Criador deste blog